sexta-feira, setembro 25, 2009

O Tormento de Deus ( Alain Bosquet)



Deus disse: "Se tal vos repugna,
não acrediteis em mim,
mas ficaria feliz
se encontrásseis algum encanto
num ou noutro ser da minha lavra:
o búzio, onde dorme a música,
o plátano, que cresce para lá das estrelas,
o mar, que diz cem vezes: "Eu sou o mar."

Sinto-me muito humilde:
o meu universo não é mais belo
do que um poema perdido."


Alain Bosquet





3 comentários:

Ana Cecília disse...

que belíssimo poema! Não resisti a postá-lo no Casulo.
É sempre precioso passar pela Romã.
Bom domingo!

sanylara disse...

Um belo canto de exaltação à posia!

tenório disse...

Ei Maria! Sou o Tiago Tenório, que colabora todo dia quinze no Poema Dia. Estou lançando um novo blog, inspirado em iniciativas pioneiras (como a da talentosa Ana Paula Maia), que é um folhetim virtual onde o leitor poderá acompanhar, capítulo a capítulo, meu romance inédito “Garcia vai morrer”, que trata de um cara (o Garcia do título) que descobre que morrerá muito em breve. Agora só o que ele quer entender é: quem teve uma vida medíocre, merece uma morte mais medíocre ainda? Inconformado com o fim que o espera, provavelmente num leito de hospital público, ele vai em busca de um outro desfecho, talvez mais grandioso. E este é um convite que faço para que visite o espaço, repare se gosta de alguma coisa, deixe seus comentários, me ajude a descobrir se o texto vale alguma coisa ou não. Se você chegou até aqui, agradeço demais a atenção dispensada e até breve. Evoé!

garciavaimorrer.wordpress.com/

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Podes entrar ; tenho as mãos para dizer o disperso canto das águas. Os meus olhos, alagados pelo grito das árvores, são lúcidos ao início do sol. Com o amor das coisas, rejubilo e lanço os braços a um rodopio doce e futuro, a uma tempestade humana. Tudo o que eu espero é sentir o elo da criação que se move, entre mim e ti, e a claridade. ____________mariagomes
Estou no Blog.com.pt

Free Site Counters



Free Site Counters