domingo, janeiro 18, 2009

Je ne supporte pas d'être moi, je m'invente.

Joë Bousquet

Extrait de Penser contre soi

2 comentários:

BAR DO BARDO disse...

"J'avais en effet, en toute sincérité d'esprit, pris l'engagement de le rendre à son état primitif de fils du soleil, — et nous errions, nourris du vin des cavernes et du biscuit de la route, moi pressé de trouver le lieu et la formule." (Rimbaud - Illuminations)Acho que há um diálogo. Ah, o texto é do Arthur mesmo, dessa vez não é meu, não...

mariagomes disse...

esse arthur é intraduzível, quase!

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Podes entrar ; tenho as mãos para dizer o disperso canto das águas. Os meus olhos, alagados pelo grito das árvores, são lúcidos ao início do sol. Com o amor das coisas, rejubilo e lanço os braços a um rodopio doce e futuro, a uma tempestade humana. Tudo o que eu espero é sentir o elo da criação que se move, entre mim e ti, e a claridade. ____________mariagomes
Estou no Blog.com.pt

Free Site Counters



Free Site Counters