segunda-feira, março 28, 2005




"Não há pergunta sobre o para quê de uma flor que lhe tire o encantamento. O sentido de ser é o ser. "

Vergílio Ferreira (1916-1997)

2 comentários:

Anónimo disse...

bondade tua o comentário deixado no Escrita Solta. Gosto de escrever. Sonho escrever. Mas não tenho tempo. Talvez um destes dias consiga. Tudo o resto são devaneios directos quando abro o blogger e zás. Só para não esquecer que quero escrever. Um dia talvez. Um dia.
Aqui eu vejo boa escrita. Boa poesia. Só lamento não ter o tempo suficiente para me dedicar a ler as tuas coisas como elas merecem. E tu também. Beijos.
wilson t

hfm disse...

Gostei de ler aqui o Vergílio Ferreira.

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Podes entrar ; tenho as mãos para dizer o disperso canto das águas. Os meus olhos, alagados pelo grito das árvores, são lúcidos ao início do sol. Com o amor das coisas, rejubilo e lanço os braços a um rodopio doce e futuro, a uma tempestade humana. Tudo o que eu espero é sentir o elo da criação que se move, entre mim e ti, e a claridade. ____________mariagomes
Estou no Blog.com.pt

Free Site Counters



Free Site Counters