sexta-feira, outubro 22, 2004






"(...)De pé no tabuado do andaime, com a cabeça violentamente inclinada para trás, ou então deitado, escorrendo-lhe as tintas pela cara, Miguel Ângelo pintava; só perturbava o silêncio sagrado da capela o leve som do aprendiz preparando as tintas ou o gemer de tábuas sob os passos quando o estucador vinha lançar o preparo; nenhum dos ruídos de Roma penetrava ali dentro, tudo era calmo, mais calmo ainda na penumbra dos andaimes. Para Miguel Ângelo era como se estivesse muito longe da terra, como se a terra mesmo ainda não existisse e já na imaginação de Deus fosse surgindo o primeiro homem, depois a primeira mulher, depois toda a multidão de profetas e sibilas que um dia haviam de pregar ao mundo, já prevertido, a palavra divina; (...) "

Agostinho da Silva
in " Biografias II" ... "vida de Miguel Ângelo."


2 comentários:

Anónimo disse...

Belo, este teu blogue, Maria! Bem escolhida a citação de Lorca! Grande abraço. António

mariagomes disse...

Obrigada pela visita, António,

um abraço grande

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Podes entrar ; tenho as mãos para dizer o disperso canto das águas. Os meus olhos, alagados pelo grito das árvores, são lúcidos ao início do sol. Com o amor das coisas, rejubilo e lanço os braços a um rodopio doce e futuro, a uma tempestade humana. Tudo o que eu espero é sentir o elo da criação que se move, entre mim e ti, e a claridade. ____________mariagomes
Estou no Blog.com.pt

Free Site Counters



Free Site Counters