domingo, julho 03, 2005

Mia Couto



"Dizem que os poetas sabem, sentindo. Distinguem-se dos homens da ciência porque estes estão credenciados por um saber contabilizável. Mas não há fronteira entre sentir e raciocinar. Persiste em todo o acto de sabedoria um diálogo secreto entre coisas e seres."
....

Mia Couto
excerto do prefácio de " os joelhos do silêncio"
de Heliodoro Baptista
editorial caminho

10 comentários:

Márcia disse...

como ele sabe dizer tudo o que a gente sente, sente e não consegue exprimir?

beijo daqui, onde amanhece.

mariagomes disse...

de acordo contigo, Marcinha, total.

(às vezes penso que suspeita para opinar, já que minha admiração por Mia é infinda, sigo-o por todas as linhas que escreve)

beijo

Wesley Peres disse...

Há um poeta de nome Godoy-Garcia que escreveu assim "poesia é tudo que o pássaro pensa da chuva". É? Não é? Tudo é outra coisa.

Wesley Peres

mariagomes disse...

deus meu...

" Poesia é tudo que o pássaro pensa da chuva"!

Esta deixou-me mais que perplexa, Wesley.

Wesley Peres disse...

Maria, sabe com quem acabei da falar ao telefone... com Manoel de Barros. Disse a ele que queria lhe enviar por carta umas perguntas que não eram perguntas,mas provocações para uma fala... Ao que ele, rindo, respondeu: "Provoca!"
Vistite-me em minha Sala, afinal, de um certo modo, o que não foi lido, não foi escrito...
Abraços

gabriela rocha martins disse...

começo a gostar de, diariamente, entrar e desafiar...


não sei se é sonho, se realidade
uma página solta
um escrevinhar
ali
aqui
um sublinhar
além
aquém

. o amor sorri.

( 1 bj )

mariagomes disse...

ôba, isto está gostoso!
Vamos então todos vistar a página do Wesley Peres.

e menina Gabriela, faça favor de quando voltar dar o endereço do seu blog, isso assim não vale!

beijinhos
maria

ManoMulato disse...

Mana,
o nosso poeta e escultor das palavras vai sair com um diamante. Fica atenta.

mariagomes disse...

obrigada, meu irmão.
Estarei alerta!

bjs

mariagomes disse...

Wesley,
não consigo comentar aquele post do teu blog! :-(
Não me aparece o código-chave, aqui fica em branco.

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Podes entrar ; tenho as mãos para dizer o disperso canto das águas. Os meus olhos, alagados pelo grito das árvores, são lúcidos ao início do sol. Com o amor das coisas, rejubilo e lanço os braços a um rodopio doce e futuro, a uma tempestade humana. Tudo o que eu espero é sentir o elo da criação que se move, entre mim e ti, e a claridade. ____________mariagomes
Estou no Blog.com.pt

Free Site Counters



Free Site Counters