domingo, fevereiro 13, 2005

o papel plausível



denunciei ao mundo a ondulação do mar. o papel plausível dos acasos.
os traços que me fizeram sonhar. e perdi. perdi a luz vasta das estrias.
marítima encosto-me à cidade. tenho o hábito de um barco. juntos

o rio e o rumor da minha voz são um só lírio a uma lua lívida de frio.

mariagomes
fev.2005

2 comentários:

JG disse...

Olá Maria

Também gostei do que vi e li. Obrigado pela visita. Espero que amanhã tenhas um beijo do teu namorado.

Entretanto, segue um meu
JG

mariagomes disse...

muito obrigada JG, e o mesmo desejo para ti também, para o dia de amanhã.

um beijo amigo
maria

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Podes entrar ; tenho as mãos para dizer o disperso canto das águas. Os meus olhos, alagados pelo grito das árvores, são lúcidos ao início do sol. Com o amor das coisas, rejubilo e lanço os braços a um rodopio doce e futuro, a uma tempestade humana. Tudo o que eu espero é sentir o elo da criação que se move, entre mim e ti, e a claridade. ____________mariagomes
Estou no Blog.com.pt

Free Site Counters



Free Site Counters